domingo, 21 de outubro de 2012

FLECHAS EM FOGO



Quando os sentimentos das sombras em algum momento domina meu sentir, minha visão se embaça, meu coração se comprime e tudo passa a ser fogo e brasa... 
Clarão dentro de mim para ver nas sombras, refletidas pela luz do fogo, o que ainda precisa ser cuidado e transmutado.
Silêncio!  É preciso, é preciso.
Respiro e acalmo-me, procurando controlar as flechas em palavras que querem explodir!
Silencio e vejo outros caminhos e outras palavras... Outro sentir... Vou dissolvendo e espalhando no fogo sagrado tudo que momentaneamente dominou. 
Sombras encaradas, mergulhos internos... 
Resplandeço e o fogo cresce, aquece e acolhe...
Brisa Alegre - 21-10-2012


FALA DO MEU CORAÇÃO




Aprendi a sair do estado de espera e de crença passiva para ir buscar e acreditar em minha luz interior, e digo que ela ilumina meu caminho, meu olhar, meu chakra frontal, facilitando que a sabedoria, a calma, auto-conhecimento, a paz... aflorem em mim mesma. Desta forma, os "insigths" acontecem, a conexão se faz com o Céu, com a Mãe Terra num lindo e maravilhoso encontro em meu cardíaco. Tudo que era ansiedade se desfaz, medos, dúvidas também.  E reina a compreensão e aceitação pelos limites de cada um de nós, inclusive os meus.  Neste instante o AMOR reina em minha alma, em minha vida, transbordando em minha energia e alcançando você. Num abraço fraterno e desacelerado assim ficamos a doar e receber : Luz, amor, paz, silêncio. (Brisa Alegre- 21-10-2012)

domingo, 30 de setembro de 2012

PANTERA NEGRA 2

Heya !!!  Este animal chegou prá mim quando iniciei o despertar no caminho vermelho com seus ensinamentos e proteção. Atualmente o sinto cada vez mais presente numa sintonia que não deixa dúvidas. Gratidão por você em mim, em meu caminho, ao meu lado e dentro de mim, com suas qualidades ancoradas e iluminadas em mim, fazendo do meu caminhar uma experiência gigantesca de sabedoria, união com a a terra e silêncio revelador.
Eu Sou Brisa Alegre e te reverencio, Pantera Negra, em amor e gratidão. 




ENCONTRO COM O SAGRADO

Um momento para presentearmos a nós mesmos na prática da oração, meditação, jornadas e vivências utilizando a filosofia xamânica.  Buscando nos quatro elementos  auxílio para conviver com a vida cotidiana sem nos perdermos de nós mesmos. Reforçando nossa magia pessoal, força e poder para vivermos felizes, independente da demanda dos desafios, alegrando nosso ser.  Acessando a paz, a prosperidade divina, a harmonia, a saúde, o bem estar que estão guardados dentro de nós e nos religando com o que está disponível nas forças sagradas do universo. Brisa Alegre

terça-feira, 11 de setembro de 2012

No silêncio atento






Relaxar o corpo e a mente em paisagem e silencio reveladores, mas nunca distrair-se. Estar sempre atento e pronto para uma mudança rápida e necessária!
Brisa Alegre
Setembro-2012

terça-feira, 14 de agosto de 2012


Vivência Xamânica 
Meditação da Montanha ao Toque do Tambor
no Portal Viver Holístico
19/08/2012
Nesta vivência os participantes conhecerão um pouco das formas de conectar-se com a Grande Mãe Terra no seu dia a dia, inserindo em sua vida cotidiana. Fortalecendo sua própria essência, curando-se diariamente, nutrindo-se das forças e das energias dos elementos.
No início teremos a limpeza do campo áurico com maracá e incenso.  Praticaremos a Meditação da Montanha  e no final serão harmonizados com a energia do Reiki Xamânico.
É uma alegria infinita poder estar em contato em mente e coração com o Sagrado e uma honra poder falar e ensinar o pouco que sei.

domingo, 5 de agosto de 2012







Na Meditação para a Cura dos Relacionamentos, dentre outras doações, o Uirapuru nos trouxe o ensinamento de que é preciso muito mais que deslumbrar-se com a ponta do iceberg, mas mergulhar nas águas geladas para conhecer a sua grandeza e desfrutar da sua beleza na imensidão, é preciso.
Não basta afirmar, não basta desejar, esta é a ponta do iceberg, é preciso mudanças profundas em si mesmo, permitir-se aceitar os desafios de se conhecer, se reconectar para que as bençãos possam nos alcançar!!
Brisa Alegre



Ao viver em liberdade plena, meu espírito alcança a verdadeira alegria de vivenciar o meu poder de escolhas e com essa mesma alegria assumo os riscos. E com esse poder em minhas mãos e fazendo o bom uso da liberdade é que sinto-me numa espiral ancestral de realizações. Sinto-me parte do todo com muita leveza e fluidez!
Brisa Alegre




Permita que me aproxime e que eu possa alcançar suas mãos.
Permita-me levar-te a relembrar quem és...
Permita-me soprar em seu ouvido uma linda oração e que possamos pisar o solo sagrado da Mãe Terra, dividindo caminhos, trilhas e silencio.
Que fiquemos horas a conversar com a natureza e mergulhando em seus ensinamentos através do Portal do SENTIR.
Saindo do estado de contemplação para sentir-se parte do todo.
Que possas conhecer em seu ser esta imensa alegria.
Permita-se ousar em mergulhos dentro de si mesmo e descobrir-se por inteiro.
Permita-me ouvir suas palavras desconexas e seja testemunha das suas descobertas e renascimentos retirando folha por folha que cobrem seu verdadeiro corpo de luz e de amor. Permita-me doar meu colo, meu calor, minhas flechas de luz que tocarão sua mente, seu coração.
Permita aproximar-me, sentar-me ao seu lado e descobrir-nos irmãos.
Nas jornadas que invadem o tempo e espaço, vindos de outra dimensão,
Que eu possa te doar o canto dos pássaros, a dança alegre e contagiante dos golfinhos, mostrar o brilho do céu, do sol, das flores em sintonia como tudo que vibra no universo...
Basta que me permita tocar suas mãos...
Brisa Alegre
15-06-2012

quarta-feira, 6 de junho de 2012

MANTRA PARA O BEIJA-FLOR


Para os guerreiros da mata, índios, caboclos, juremas...

E toda minha tribo ancestral.



Na mata fechada vejo um lindo beija-flor
Na mata fechada vejo um lindo beija-flor

Ele sobe, ele desce,  ele dança, o beija-flor
Ele sobe, ele desce, ele dança, o beija-flor

Na mata fechada vejo um lindo beija-flor
Na mata fechada vejo um lindo beija-flor

Ele entra, ele sai, é tão leve o beija-flor
Ele entra, ele sai, é tão leve o beija-flor

Na mata fechada vejo um lindo beija-flor
Na mata fechada vejo um lindo beija-flor


Ele sobe, ele desce, é tão forte, o beija-flor
Ele sobe, ele desce, é tão forte, o beija-flor

Na mata fechada vejo um lindo beija-flor
Na mata fechada vejo um lindo beija-flor
Ele entra, ele sai, espalhando o seu amor  
Ele entra, ele sai, espalhando o seu amor.


Brisa Alegre
06.06.2012


segunda-feira, 21 de maio de 2012

Amanheceu...

O ritual permanece em mim. Reconheço a leveza da alegria que trago no peito e o sorriso escondido, mas que escancara minha alma de felicidade na entrega do momento.
Em meio ao cheiro de jasmim que agora impregna meu quarto eu vibro e permaneço na dança ancestral que resgatou em mim a criança, a alegria e o feminino. 

Na dança e no canto, Avô Ar abriu seus braços e a festa se fez em cada pingo que açoitou meu corpo e meu espírito.  Mãe água... do reino das águas doces e salgadas. Lá estava eu, saudando e sendo saudada. Vinda de cima e do mar: a água – minha essência divina me devolvendo lavada para vida!  Alegria, dança, resgate, força e coragem.


Gratidão ao Clã do Sul que iluminou este momento num convite para minha preparação até chegar o momento do ritual que culminou numa catarse ao toque forte e sutil do tambor, tocado pelas mãos de uma fada, que em sua delicadeza me convidou a mergulhar de vez na casa sul onde, com a minha criança e a minha adolescente, nos entregamos ao choro angustiante e às lagrimas que ungiram tantas dores e feridas antigas tornando-as jatos de luz do meu plexo cardíaco que explodiu para expurgar e lançar ao infinito o que se encontrava represado em mim.  

Onde eu me perdi já não tinha importância, porque o sentimento era de reencontro e isto bastava.

Permaneci sob o acolhimento de onze almas femininas. Que partilhavam esse parto, ajudando-me a me parir de mim mesma.   Renascer, nascer outra vez, mais uma vez, como a Fênix.  De um lado o coiote, do outro o mico-leão dourado, animal de poder da minha casa sul, casa da cura.  Heya!


Sinto-me despida como se saísse da sauna sagrada.  Sinto meu corpo renascido, quente, pronto para viver um novo ciclo sem a preocupação do tempo que durará, mas com a certeza da importância para seguir minha caminhada. 
E com a coragem necessária pra tornar o desafio num lindo aprendizado arco-írisado.

Que meus passos continuem leves sob as folhas secas do caminho e que meus ouvidos continuem ainda mais sensíveis para absorver o canto dos pássaros, do povo com asas.
Agradeço àquela egrégora onde fiz parte. Estrela de doze pontas.
Grande tribo reconectada, mais uma vez juntas para saudar o grandioso sol, a grandiosa lua... Na eternidade infinita dos nossos espíritos viajantes.
Eu,  BRISA ALGRE, compartilho em gratidão essas palavras, que existem por atender ao chamado do coração da irmã das estrelas MAURA CHANDINI.   A ela e a sua guiança, minha reverência e gratidão eternas.     Eu falei.  Assim é.

quarta-feira, 25 de abril de 2012



 Grande Espírito!  Hei de honrar sua presença em minha vida que me chega através de bênçãos possibilitando meu crescimento.

Submeto-me à sua inteligência e vontade e ao seu amor, e aceito os desafios que me levam a libertar os bloqueios que trago.
Numa viagem ancestral vou até o surgimento de cada um para dar-lhe a liberdade e poder voar ainda mais alto.

Os novos desafios deslumbram meu lado guerreiro que dispensa a zona de conforto para se dedicar ao aprendizado.
Fico feliz em perceber que o que mais necessito aprender vem na prática do dia a dia cabendo a mim disciplina, dedicação e estudo.

Creio e confio na teia sagrada a qual faço parte e vou honrá-la doando o melhor de mim.

Em humildade, reconhecendo que sou merecedora , que venha a vitória de mais uma etapa.

Na fé e confiança no Grande Espírito, nada me deterá.

Assim É!


Eu Sou Brisa Alegre
25-04-12

sábado, 14 de abril de 2012

Na trilha dos raios da Deusa Mãe



Aonde  eu estiver será sempre o início da trilha a percorrer nos raios prateados da Deusa Mãe.
Sua força me seduz e eu me entrego para bailar com o vento.
Respiro sua luz que inunda meus olhos,
Sua voz fala alto dentro de mim despertando poeiras internas
Lavando e inundando minha essência divina com seu brilho e luz.

Heia Deusa Mãe!

Que o amor me invada sempre, como agora
Trazendo-me paz e luz para meus questionamentos,
Coragem para escutar e sabedoria para transformar-me.

Na cadência marcada do seu movimento sagrado
Que muda o vento, e as marés,
Sou GRATA eternamente pelas mudanças em minha vida.

EU SOU Brisa Alegre!
Eu Falei, Assim É!
 

Brisa Alegre
Lua Cheia de abril-2012

Ao me embrenhar pela mata





Ao me embrenhar pela mata sinto a liberdade dessa escolha e colho as sensações que me alcançam.
Pisando em folhas secas reconheço a presença da Mãe Terra em cada poro dos meus pés.
Corro na velocidade da luz, tridimensional, por entre árvores frondosas de tons de verdes variados.
Os raios do sol refletindo o seu dourado em algumas delas fazendo exalar seus aromas ilimitados.
Corro margeando o rio, sou Iracema... Interagindo intimamente com as raízes, com o vento com as correntezas.
Sinto a água e o seu toque me convidando a bailar
Toda molhada, arrepiada, me sinto flutuar.
Isto é infinito, é ilimitado, além dos conceitos e das didáticas. Chama-se entrega.
De corpo e de alma, inteira.
Agora não há mais quem possa me negar as possibilidades e nem mesmo usurpar
Meus sonhos, pois minha convicção brota do meu viver, do meu experienciar.
O permitir-se é a chave que abre os portais para o SENTIR e assim, transcender.

Eu falei, assim é!!

Brisa Alegre
Lua Cheia de abril de 2012



segunda-feira, 2 de abril de 2012

Meditando... voando... harmonizando

Através das janelas dos meus olhos e dos meus poros, brotam a luz. SINTO  a presença incontestável da GRANDE MÃE , do GRANDE ESPÍRITO.



Os pássaros cantam em seu vôo matutino, me alegrando com sua festa, me convidando
a
despertar.
Meu coração responde e se comunica numa vibração infinita.  Em cada nota cantada, em cada canto solto ao vento, solto ao AR
Aquieta-se minha mente, meu SER.
Dissolvo-me no calor da manhã e vou ao centro da MÃE TERRA, sentada sobre ela.  Acolhida e amparada arrisco-me ir ao centro de mim.
Na respiração pulsante que, lenta e profundamente tece o ritmo das ONDAS DO MAR, meus pensamentos se purificam meu corpo físico se beneficia e reconhece a paz que inunda e permanece...Inunda e cresce...
Abençoado seja este lugar onde me encontro agora abençoada esta TERRA que me recebe
O AR que  invade docemente minhas narinas, meus pulmões.
Abençoado seja o MAR e a cadência de suas marés que trás os cânticos dos golfinhos e de toda espécie marinha para o vento soprar.   E o vento sopra integrando este canto do MAR ao AR.  Entoando o AMOR e a GRATIDÃO nos quatro cantos.

O SOL nos brinda com sua delicadeza das primeiras horas do dia.  As folhas gotejam o sereno – infinita harmonia. Reluzindo em cada gota o brilho dourado, atuando no verde de cada uma delas, na clorofila.
O ciclo se completa numa GRANDE TEIA SAGRADA
Onde todos se unem e se embalam a girar, a dançar, a cantar na calma e quietude, beleza e leveza.
Permaneço com os quatro elementos, longe e perto,  dentro e fora.  No fundo das águas, nas copas das árvores, nas asas dos pássaros, nas raízes infinitas fincadas na terra.
Sou parte integrante do todo, que se chama UNIVERSO, morada do GRANDE ESPÍRITO
Preenchida pela PAZ DO VAZIO, ancorada neste instante, SINTO renovar minha essênciaNa vontade de viver, na alegria de existir.
Em GRATIDÃO a GRANDE MÃE eu transbordo em DOAÇÃO.   REVERENCIO a tudo que está  latente em cada molécula deste corpo que carrego,ao espírito que o habita e a ele dá vida.

Ao retornar a vida cotidiana não sou mais a mesma.             A nota musical que trago mudou o tom da palavra.    A flecha da verdade, mudou a sua cor.      Ao entendimento foi acrescentado conhecimento, emoção, informação amorosa, força e paz.

­Que o  silêncio que habita os desertos, as planícies, os verdes mares, as cachoeiras, as corredeiras e as matas experimentado aqui, permaneça  para sempre comigo, resplandecendo e equilibrando
O  SER que SOU!
Eu falei, assim é!!!
Brisa Alegre
Fev/2012